Segundo Fotógrafo: 10 dicas para começar bem

06 de Novembro de 2013  ·  Blog, Carreira

Segundo fotógrafo é uma oportunidade muito importante para as pessoas que estão iniciando carreira na fotografia.

Quando um fotógrafo profissional te chama para ser o segundo fotógrafo é um sinal de que você está no caminho certo, então, aproveite a chance. Continue estudando e principalmente, não se prenda muito a questão do pagamento. Se você está começando, o cara vai te pagar pouco. Caso já possui experiência, você pode negociar um valor que seja bom e, se achar que não vale a pena, só precisa dizer não.

Outra questão a se considerar é: quem é o fotógrafo profissional que está te chamando? No caso de um fotógrafo com anos de experiência, que possui um nome relevante no mercado, é muito mais importante para você fazer parte da equipe do que ficar pensando em quanto cobrar. Aproveite para enriquecer sua carreira, afinal, hoje temos uma enorme quantidade de cursos/workshops para todos os temas de fotografia e ser chamado por um fotógrafo profissional, aprender na prática e ainda ganhar por isso é melhor do que investir R$800 em um workshop (calma, isso não significa que vc não precisa mais de cursos!).

Portanto, confira abaixo 10 dicas importantes para quem pretende trabalhar como segundo fotógrafo:

1. Programe-se para chegar cedo ao local do evento, ou seja, não se atrase.

Nunca sabemos se o trânsito está carregado e o atraso não vai agradar o fotógrafo principal.

2. Deixe seus cartões de visita em casa.

Você não tem absolutamente nenhuma necessidade para eles no evento. Em vez de ter os seus próprios cartões com você, peça ao fotógrafo principal 4 ou 5 cartões para você pode ter à mão no caso de alguém pedir um.

3. Evite ficar no celular vendo atualização de Facebook ou fotos do Instagram.

Se você realmente precisa utilizar seu celular, por qualquer razão, faça apenas quando você estiver completamente fora de vista.

4. Falando em Facebook, não compartilhe imagens na parte de trás da câmera.

Mesmo que você tenha fotografado o momento mais épico da história dos casamentos, não compartilhe! Lembre-se que, como segundo fotógrafo, você está trabalhando para o fotógrafo principal que é a pessoa quem conseguiu fechar aquele contrato e vai assinar todas as fotos.

5. Além de segundo fotógrafo, atue como um assistente.

Como segundo fotógrafo você deve ficar atento às necessidades do fotógrafo principal, seja para carregar ou trocar lentes, até mesmo segurar um flash ou led. Pró-atividade em qualquer carreira é um ponto positivo.

6. Não tenha medo de tirar muitas fotos.

Fique sempre atento ao seu redor. Durante um casamento ou aniversário, mantenha seu olhar e fotografe alguns momentos espontâneos de pessoas que estão ao redor, as crianças se divertindo, as pessoas conversando ou até mesmo brindando.

7. Não delete as imagens do seu cartão de memória.

Não importa o quão ruim ou vergonhoso a foto ficou, não delete. O fotógrafo principal pode aproveitá-la através das diversas possibilidades na pós-edição disponíveis hoje em dia. Mesmo em casos de uma imagem superexposta ou subexposta, muitas vezes podemos salvá-la.

8. Preste atenção aos pequenos detalhes que farão a foto melhor.

A gravata do noivo está torta? Sinta-se livre para ajudá-lo. O vestido da noiva está amaçado? Ajude. Tanto o casal, bem como o fotógrafo principal vão gostar quando você ver e corrigir esses pequenos detalhes que, mais tarde, aparecerão nas fotos.

9. Tenha certeza que você está fotografando em RAW.

Eu não poderia deixar de mencionar isso. Fotografar imagens no formato JPEG pode impactar o fluxo de trabalho ou levar a uma pós-edição completamente diferente. Ao fotografar arquivos RAW você tem mais possibilidades para trabalhar.

10. Esteja preparado como se fosse o fotógrafo principal.

Isto significa estar vestido de acordo com a ocasião, levar cartões de memória e baterias reservas no bolso, ou até mesmo levar uma câmera reserva. Como segundo fotógrafo você também assume a responsabilidade de a qualquer momento assumir o evento, caso aconteça algum imprevisto com o fotógrafo principal.

Enfim, cada um sabe do seu potencial e é preciso ter bom senso nas escolhas para alcançar seu objetivo. Continue sempre investindo no seu conhecimento e não se prenda muito em equipamentos, aprimore seu olhar e fique atento ao seu networking!